Por que precisamos de mais Meryls Streep no mundo


Ontem à noite foi o 74º Globo de Ouro, que entre grandes surpresas, prêmios inesperados (alguns catalogados como exagerados pelo vox populi), deram muito o que falar, graças à nossa amada Meryl Streep.



Originalmente de New Jersey, Streep fez um discurso emotivo, que em tempos de grandes e aparentemente caóticas mudanças no mundo, dá alívio às mentes e corações que atinge, mas também inflama os gostos de Trump, porque a jaqueta foi muito boa e respondeu ao discurso desta premiada atriz norte-americana. Em uma nação assaltada pela mais extrema ordem republicana, Meryl abriu à queima-roupa um discurso sutil mas poderoso contra o presidente eleito dos Estados Unidos.>

Depois de receber o prêmio Cecil B. DeMille por sua grande carreira em Hollywoood, um Streep quase rouco e sempre emotivo, apostou todas as suas palavras em um convite à pluralidade e liberdade de imprensa, enfatizando que apenas a cerimônia dos Globos de Ouro celebra essa diversidade e a de Conhecer todas as ameaças que Trump fez antes de sua eleição como presidente, a academia seria sem grande, muito de sua comunidade artística.



O privilégio ea responsabilidade de empatia



Em um ambiente global onde vimos vilões como Biff Tannen filme "Back to the Future" encarnada em políticos como Donald,



realidade parece uma paródia, onde Streep nos convida a tomar o privilégio ea responsabilidade de empatia, para se orgulhar do trabalho que fazemos todos os dias com a seguinte frase: "tomar quebrado o seu coração e transformá-lo em arte "



o gosto da noite. Latin!



Como se isso não bastasse, Diego Luna, temperou a noite apresentando o prêmio de melhor roteiro com um suave e amigável "Silêncio por favor, buenas noches" pronunciado em espanhol, e depois enunciou com sua companheiro Rogue One, Felicity Jones, os 5 indicados para essa categoria em Inglês, fechando com um bom bolo de cereja com "e o Globo é para".



Parece que são mínimas ou mesmo nenhuma ação piada, mas levá-lo seria subtrair impactar a luta de pessoas que trabalharam para integrar as diferentes forças de trabalho, não só na América, mas em o mundo. Passos simples, grandes feitos!, mesmo que este ano não vai ganhar candidatos latinos (no ano passado, mas, sim). Claro que ir para mais, nem tosse!



A birra "Mr. Brexit "Assim como analistas políticos e pesquisadores já esperavam que a iniciativa Brexit (saída da Inglaterra da União Européia) não acontecesse e morresse nas urnas, Donald Trump surpreendeu o mundo inteiro" coroando-se "Como presidente e quebrando as esperanças de ter um ambiente menos hostil - é por isso que seu auto-apelido" Mr. Brexit "-.



Bem, antes do discurso de Meryl Streep, Mr. Brexit, trabalho ninguneo da atriz e de marca como "sobrestimado" por Hollywood, lacaio de Hillary Clinton e parte desonesta discurso significa que eles querem ficar mal histórias distorção que não têm nada a ver com ele, e debaixo da sua perspectiva defendeu tirando sarro de jornalistas "vis".



"haiga sido como haiga sido" assim e muitas razões, precisamos de mais Meryls Streep.



NOTAS SIMILARES



La buena onda ser tia solteirona. Aqui.



Janeiro: mês dos roqueiros de Capricórnio! Aqui



Como fortalecer nosso relacionamento com os outros. Aqui.

Tecnologia do Blogger.